Você sabia?

A língua de uma baleia azul adulta tem aproximadamente a mesma massa de um elefante inteiro.

Cada corpo humano consiste em cerca de 10 quatrilhões de células, mas hospeda cerca de 100 quatrilhões de células bacterianas.

Louis Pasteur ficou tão preocupado com os micróbios que passou a examinar com uma lente de aumento todos os pratos que lhe eram servidos.

Einstein só aprendeu a falar aos 3 anos de idade.

A doença conhecida mais antiga do mundo é a lepra, cujos primeiros registros datam de 1350 a.C.

A cidade mais antiga do Brasil é São Vicente, no litoral paulista.

As impressões digitais formam-se de 6 a 8 semanas antes de o bebê nascer e nunca são iguais.

Misofobia é o medo de sujeira, contaminação.

O cérebro de um adulto pesa, em média, 1,4 quilos, correspondente a 2% do peso do corpo. Mas exige 25% de todo oxigênio que usamos.

Em Cleópatra, 1963, Elizabeth Taylor usou 65 roupas diferentes.

Hoje, ontem, anteontem e trasanteontem.

O discurso de Greer Garson, a Melhor Atriz de 1942, foi o mais longo da história, passou de 1 hora.

Madame Marie Curie foi a primeira pessoa a ganhar dois prêmios Nobel. O primeiro foi ganho em física,1903 e o segundo em química,1911.

Anthony Hopkins, que recebeu o Oscar, não piscou nem uma vez nas suas cenas como Hannibal Lecter, o Cannibal no filme O Silêncio dos Inocentes,1991.

Coca-Cola seria verde se coloração não fosse adicionada ao refrigerante.

Uma pessoa perde em média 40 a 100 fios de cabelo por dia.

85% do cérebro humano é composto de água.

Os porcos não são fisicamente capazes de olhar para o céu.

Um estudo, que abrangeu cerca 200 mil avestruzes durante mais de 80 anos, não registou um único caso em que uma avestruz fosse vista a enfiar a cabeça na areia.

Flor de Lótus - Pes enfaixados

27 de out de 2008 4 comentários
Enfaixar os pés desde menina, com ataduras apertadas o suficiente para quebrar ossos e arqueá-los, interrompendo o crescimento, foi um costume na China por muito tempo, pelo menos desde o início do século X.

O enfaixe começava aos 5 anos de idade, tradição passada de mãe para filha, e tinha por objetivo atrair o sexo oposto e conquistar um bom casamento.

As ataduras dobravam os quatro dedos menores até a sola dos pés e forçavam o calcanhar para dentro, exagerando o arco. O processo era torturante. Garotas choravam em agonia, incapazes de comer, beber ou pensar por causa da dor.‘‘Claro que isso era doloroso’’, lembra Wang Yixian, 78 anos. ‘‘Mas se você não enfaixava os pés, não achava marido.’’
 

Muitos chineses achavam os pés atrofiados muito eróticos, como os seios são para os americanos e o bumbum para os brasileiros. A idéia era de que unidos, lembrassem a flor de lótus e formassem uma 'segunda vagina', muitas vezes mais interessante para o homem do que a própria vagina. Um pé enfaixado com sucesso tinha de 7cm a 10cm. Andar era difícil: as mulheres oscilavam de um lado para o outro, o que também evocavalembrava a imagem da flor de lótus ao vento.


Alguns homens, rapazinhos que eram 'adotados' por homossexuais, também tinham os pés enfaixados. Os homossexuais e travestis chineses que não tinham os pés atrofiados, procuravam imitá-los, passando pela tortura de usarem sapatos muito estreitos e pequenos, para ter o que julgavam ser uma aparência  mais sensual.

Em menor grau, tais costumes eram comuns na Coréia, na Indonésia, no Tibete, no Japão e em outras localidades da Ásia. Em 1963, o professor Francis Hsu escreveu que os judeus que viviam na China também faziam suas filhas ter os pés atrofiados.
Pés Enfaixados x Comunismo

Reformistas, durante a última dinastia chinesa, a dos Qing, tentaram banir a prática do atrofiamento dos pés mas o costume  só foi abolido quando os comunistas tomaram o poder em 1949.

Mulheres que tiveram seus pés enfaixados pela maior parte de suas vidas foram chamadas a desenfaixá-los depois que os comunistas assumiram o poder e baniram o costume, em 1949. O que uma vez disseram que era bonito tornou-se tão ridicularizado quanto repulsivo. Mulheres que tinham suportado a dor para encaixar-se em ideais de beleza eram repentinamente objeto de escárnio.
    
A prática banida deixou problemas de saúde visíveis nas mulheres cujos pés foram alguma vez enfaixados. Um estudo de 1997 do Jornal Americano de Saúde Pública mostrou que elas são mais suscetíveis a quedas e têm riscos maiores de fraturar a espinha e os quadris.

Veja abaixo um vídeo que mostra como eram os pés enfaixados, os sapatinhos que eram utilizados e os efeitos sobre a saúde, deste costume que muito agradou eroticamente aos homens, mas que custou um sofrimento terrível às mulheres.


4 comentários:

  • Samuel disse...

    Ariane, parabéns, seu blog é demais! Sem muitas cores, uma coisa bem simples mesmo...

    eu nao deixo comentário mas eu tenho entrado todos os dias desde quando descobri esse blog seu...

    tem muita coisa interessante mesmo, nao eh só uma simples curiosidades..

    gostei de ver a origem das expressoes e ditados...

    seu blog nao polui a visao e eu estou adorando, tudo que tem nele..

    um beijo

    Samuel

  • Cyber Girl disse...

    Assim como os chineses baniram esse costume bárbaro que deformava pés e torturava mulheres, tenho esperança que o ocidente também um dia acabe com o costume bárbaro do sapato bico fino ou salto agulha.
    O que para nós parece sensual hoje, provavelmente irá aparecer de forma ridicularizada em museus mostrando às pessoas, no futuro, mais civilizadas e conscientes da importância da saúde de seus corpos, o quanto as mulheres danificavam seus pés e colunas se equilibrando em saltos finíssimos e bicos de sapato apertados.

  • disse...

    Achei o comentário de Cyber Girl muito pertinente. Costumamos criticar outras culturas e não olhamos para as aberrações que consumimos hoje, não só com sapatos, mas com roupas apertadas e jeans tão baixos que são capazes de provocar problemas intestinais e urinários.

    Gostei bastante do seu blog, espero que continue postando.

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Só Curiosidades | TNB