Você sabia?

A língua de uma baleia azul adulta tem aproximadamente a mesma massa de um elefante inteiro.

Cada corpo humano consiste em cerca de 10 quatrilhões de células, mas hospeda cerca de 100 quatrilhões de células bacterianas.

Louis Pasteur ficou tão preocupado com os micróbios que passou a examinar com uma lente de aumento todos os pratos que lhe eram servidos.

Einstein só aprendeu a falar aos 3 anos de idade.

A doença conhecida mais antiga do mundo é a lepra, cujos primeiros registros datam de 1350 a.C.

A cidade mais antiga do Brasil é São Vicente, no litoral paulista.

As impressões digitais formam-se de 6 a 8 semanas antes de o bebê nascer e nunca são iguais.

Misofobia é o medo de sujeira, contaminação.

O cérebro de um adulto pesa, em média, 1,4 quilos, correspondente a 2% do peso do corpo. Mas exige 25% de todo oxigênio que usamos.

Em Cleópatra, 1963, Elizabeth Taylor usou 65 roupas diferentes.

Hoje, ontem, anteontem e trasanteontem.

O discurso de Greer Garson, a Melhor Atriz de 1942, foi o mais longo da história, passou de 1 hora.

Madame Marie Curie foi a primeira pessoa a ganhar dois prêmios Nobel. O primeiro foi ganho em física,1903 e o segundo em química,1911.

Anthony Hopkins, que recebeu o Oscar, não piscou nem uma vez nas suas cenas como Hannibal Lecter, o Cannibal no filme O Silêncio dos Inocentes,1991.

Coca-Cola seria verde se coloração não fosse adicionada ao refrigerante.

Uma pessoa perde em média 40 a 100 fios de cabelo por dia.

85% do cérebro humano é composto de água.

Os porcos não são fisicamente capazes de olhar para o céu.

Um estudo, que abrangeu cerca 200 mil avestruzes durante mais de 80 anos, não registou um único caso em que uma avestruz fosse vista a enfiar a cabeça na areia.

Como é escolhido o nome de um furacão?

19 de dez de 2007 0 comentários

Não tem nada a ver com a potência dos ventos. O batismo obedece a ordem alfabética de listas anuais com 21 nomes (um para cada letra do alfabeto, excluindo Q, U, X, Y e Z porque há poucas opções com essas iniciais).

A idéia de usar nomes surgiu nos anos 50 para melhorar a comunicação entre os meteorologistas e a população. Antes disso, o furação era identificado por sua localização em latitude e longitude, um apelido nada fácil para leigos. Primeiro só foram usados nomes femininos - homenagens às mães ou esposas dos homens do tempo. Mas em 1972 a Organização Meteorológica Mundial (WMO) criou cinco comitês para monitorar os mares do planeta e cada comitê criou regras próprias de batismo.

O comitê responsável por monitorar as águas do Caribe, golfo do México e norte do Atlântico (de onde saem os furacões que atingem os Estados Unidos e que acabam virando notícia no Brasil) criou seis listas alternando nomes femininos e masculinos. Os nomes são usados à medida que os ventos aparecem. É por isso que dificilmente há nomes com as últimas letras do alfabeto (mesmo na área mais agitada do planeta, o norte do Pacífico, são apenas 16 furacões por ano, em média).

Quanto mais furioso for o pé-de-vento, maior a chance de seu nome ser banido para sempre. Fabian (furacão que devastou as Bermudas em 2003), por exemplo, nunca mais será utilizado.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Só Curiosidades | TNB