Você sabia?

A língua de uma baleia azul adulta tem aproximadamente a mesma massa de um elefante inteiro.

Cada corpo humano consiste em cerca de 10 quatrilhões de células, mas hospeda cerca de 100 quatrilhões de células bacterianas.

Louis Pasteur ficou tão preocupado com os micróbios que passou a examinar com uma lente de aumento todos os pratos que lhe eram servidos.

Einstein só aprendeu a falar aos 3 anos de idade.

A doença conhecida mais antiga do mundo é a lepra, cujos primeiros registros datam de 1350 a.C.

A cidade mais antiga do Brasil é São Vicente, no litoral paulista.

As impressões digitais formam-se de 6 a 8 semanas antes de o bebê nascer e nunca são iguais.

Misofobia é o medo de sujeira, contaminação.

O cérebro de um adulto pesa, em média, 1,4 quilos, correspondente a 2% do peso do corpo. Mas exige 25% de todo oxigênio que usamos.

Em Cleópatra, 1963, Elizabeth Taylor usou 65 roupas diferentes.

Hoje, ontem, anteontem e trasanteontem.

O discurso de Greer Garson, a Melhor Atriz de 1942, foi o mais longo da história, passou de 1 hora.

Madame Marie Curie foi a primeira pessoa a ganhar dois prêmios Nobel. O primeiro foi ganho em física,1903 e o segundo em química,1911.

Anthony Hopkins, que recebeu o Oscar, não piscou nem uma vez nas suas cenas como Hannibal Lecter, o Cannibal no filme O Silêncio dos Inocentes,1991.

Coca-Cola seria verde se coloração não fosse adicionada ao refrigerante.

Uma pessoa perde em média 40 a 100 fios de cabelo por dia.

85% do cérebro humano é composto de água.

Os porcos não são fisicamente capazes de olhar para o céu.

Um estudo, que abrangeu cerca 200 mil avestruzes durante mais de 80 anos, não registou um único caso em que uma avestruz fosse vista a enfiar a cabeça na areia.

CAMELO

30 de ago de 2007 0 comentários

O camelo é um mamífero roedor que habita as regiões desérticas de África, Arábia e Ásia Central.
Existem duas espécies de camelos: o dromedário ou camelo árabe, que tem uma só bossa, e o bactriano, mais comum na Ásia Central, que possui duas.
Durante muito tempo pensava-se que as bossas continham água, necessária às grandes travessias do deserto. Mas o que acontece é que os camelos, sempre que podem, comem em grandes quantidades, sobretudo alimentos ricos em líquidos como os cactos ou outros vegetais, de forma a criar reservas de gordura. Essa gordura é armazenada nas bossas e utilizada sempre que o animal não pode comer ou beber. Por isso ele é capaz de andar mais de 100 km num só dia sem se alimentar.
Adaptado à vida no deserto, o camelo desafia as areias, o vento, o sol e as altas temperaturas. A suave pelagem que o cobre permite uma certa refrigeração e impede que o Sol ou as areais batidas pelo vento possam ferir a sua pele. As patas largas e chatas suportam o seu peso na areia, impedindo que o animal se enterre, e as longas pestanas protegem os olhos das partículas que as tempestades levantam.
Os camelos que hoje conhecemos são quase todos domesticados. Utilizados como meio de transporte prestaram um grande serviço aos homens do passado que percorriam grandes distâncias ao longo do deserto. Desde que se domesticou o camelo e se inventou uma sela adequada - a RAHLA - os homens da Arábia Saudita e do Sara Ocidental começaram a dedicar-se ao comércio e ao banditismo. Os beduínos (árabes nómadas) puderam então dominar o deserto. Vagueando de oásis em oásis, comercializavam escravos negros, sal, perfume e tecidos. Na Idade Média a Ásia Central era atravessada por grandes caravanas com mais de cem camelos que traziam sedas e especiarias do Extremo Oriente, muito apreciadas na Europa. No deserto do Gobi ainda existem pequenos grupos de camelos bactrianos em estado selvagem. Suportam temperaturas elevadas ou muito baixas. No Inverno crescem-lhes pêlos enormes que podem mesmo chegar ao chão. No Verão a maior parte desse pêlo cai. São muito desconfiados e quando se sentem ameaçados fogem. Mas a velocidade máxima que conseguem atingir não ultrapassa os 16 km/hora.
A cria do camelo nasce ao fim de 370/440 dias de gestação. Tem o corpo coberto de uma lã macia e já se parece com os pais. Contudo ainda não tem bossas nem almofadas nas articulações das patas dianteiras. Como outros grandes animais corredores, o bebé pode levantar-se duas horas após o nascimento. Nos primeiros momentos as suas pernas esguias cambaleiam muito mas um dia ou dois depois já consegue correr. Por haver pouco que comer no deserto, depende exclusivamente do leite da mãe durante um ano. Dez dias depois de nascer já mede um metro de altura.
O pelo do dromedário pode ser branco-sujo, bege-claro ou castanho-escuro. Normalmente vive até aos 40 anos.

HABITAT: deserto da Arábia, Norte de África e Ásia Central.
PESO: 450 a 700 kg
COMPRIMENTO: 3 metros
ALTURA: 1,80 a 2 metros

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Só Curiosidades | TNB